Slideshow

10/07/2018 09:24 esportes.r7.com

Trippier deixa a Segunda Divisão para se tornar destaque na Copa

A Inglaterra voltou a uma semifinal de Copa do Mundo após 28 anos, quando enfrentará a Croácia na quarta-feira, em Moscou. As atenções da seleção estão voltadas para o atacante Harry Kane, que chegou à Rússia com pompas de craque. E justifica o status a cada minuto jogado: são seis gols em quatro partidas. Com menos holofote está o lateral-direito Kieran Trippier, titular absoluto da posição.

Trippier atuou em quatro das cinco partidas feitas pela Inglaterra na Copa do Mundo. Foi poupado apenas contra a Bélgica, assim como praticamente toda a equipe. De acordo com o site da Fifa, ele é um dos jogadores com mais "passes-chave" na competição. Com 51 passes do tipo, fica atrás apenas do brasileiro Neymar (81) e do espanhol Isco (78). Ambos já estão eliminados.

Segundo estudo realizado pela "TruMedia", o jogador do Tottenham criou 12 chances de gol para a Inglaterra em quatro partidas, tendo mais impacto contra os rivais do que Messi, Kroos e Iniesta.

- Não foi tão ruim, né? Quando as pessoas me elogiam, eu só penso em continuar progredindo, fazendo meu melhor pelo time e criando o máximo que eu puder dentro de campo - comentou.

Trippier atuou em quatro jogos na Copa

Trippier atuou em quatro jogos na Copa

Lance

O técnico Gareth Southgate dá liberdade para o jogador do Tottenham avançar pelo lado direito, mas sem se descuidar da marcação. Com três zagueiros (um deles Walker, lateral-direito de origem), a Inglaterra aposta na bola aérea para surpreender os adversários. A maioria dos gols na Copa saiu deste expediente. E Trippier participou de alguns deles, como nas partidas diante da Tunísia, Panamá e Suécia. Ele é um dos batedores de escanteios dos Three Lions e chegou a ser comparado a David Beckham por parte da torcida, por conta do bom rendimento nas bolas paradas.

- Eu costumava assistir Beckahm e Andrea Pirlo. Jogadores assim, eles tinham um fantástico pé direito, todo mundo sabe disso. Beckham foi um que sempre observei. A técnica, o cruzamento, sua movimentação. Ele é o cara que eu assistia ao fazer os cruzamentos.

Aos 27 anos, Trippier passou a ter chance na seleção com Southgate. Antes do início da Copa, o lateral havia feito apenas sete partidas pela Inglaterra e estreou somente em junho do ano passado, em amistoso contra a França. Há três anos, ele disputava a Segunda Divisão do país.

Trippier comemora com Rose

Trippier comemora com Rose

Lance

Formado na base do Manchester City, Trippier não teve chance nos Citizens. Foi emprestado duas vezes ao Barnsley. Em seguida, foi vendido ao Burnley, que também estava na Championship. As boas atuações, contudo, chamaram a atenção do Tottenham, para onde foi em junho de 2015 por 3,5 milhões de libras (R$ 18,2 milhões).

-É um sentimento inacreditável. Tem sido uma longa jornada para mim, pessoalmente. Uma montanha-russa na minha carreira. Não mudaria por nada neste mundo. Fazer parte deste time... O espírito dessa equipe, eu amo isso aqui. Todos queremos sucesso pela Inglaterra - disse o lateral.

Nos Spurs, a disputa por um lugar no time titular foi dura. Na primeira temporada, fez apenas 19 partidas e brigou pela posição com Walker, companheiro de seleção. Em 2016/17, atuou em 22 jogos pelo Tottenham. Em 2017/18, já sem Walker, negociado com o Manchester City, entrou em campo 35 vezes, lutando com Serge Aurier (ex-PSG) pela preferência do técnico Mauricio Pochettino na equipe londrina.

Southgate já conhecia Trippier, que passou pelas seleções de base da Inglaterra a partir do sub-18. E o esquema do treinador caiu como uma luva para o lateral.

- A formação é perfeita para mim. Posso progredir ao máximo que puder e tentar conseguir os cruzamentos e ajudar meu time o máximo que puder. Se conseguir ajudar, fico muito feliz.


versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo